top of page

Agosto com Passeio de Clássicos na Aldeia do Escaroupim

O verão chegou e com ele o convite a passeios. Partimos à descoberta da cultura portuguesa num passeio de clássicos à Aldeia Avieira do Escaroupim, no concelho de Salvaterra de Magos, no próximo dia 26 de agosto (sábado).



O convite é para toda a família, com um programa recheado de beleza natural, tradição e momentos de lazer. Partindo de Lisboa com destino ao Escaroupim, espera-nos um dia à beira Tejo marcado por vários pontos de interesse.


Passeios no Rio Tejo


O Tejo e a sua diversidade de fauna e flora, constituem-se como um património de beleza incomparável que muda e que se transforma a cada diferente hora do dia.


No concelho de Salvaterra de Magos, o Tejo consegue surpreendê-lo com paisagens e cores deslumbrantes, com aves migratórias, com aldeias piscatórias (Escaroupim), com cavalos em liberdade nas margens e ilhas do rio, entre muitas outras preciosidades.


Aceite este desafio e venha em família descobrir o Tejo, a bordo das empresas que operam nesta vertente do turismo no concelho.

Casa Típica Avieira

A Casa Típica Avieira foi construída pela Câmara Municipal de Salvaterra de Magos e resulta das recolhas efetuadas pela autarquia junto da população local, com o intuito de preservar a memória coletiva destes pescadores que um dia deixaram Vieira de Leiria e se fixaram nas margens do Rio Tejo.

Alves Redol definiu este grupo de pescadores como "nómadas do rio", pois eles representam uma das mais interessantes migrações a que Portugal assistiu. Durante os meses de Inverno, famílias de pescadores deslocavam-se de Vieira de Leira para o Rio Tejo para pescar o sável e, no princípio do verão, voltavam novamente à sua terra natal, para pescar no mar.


Museu Escaroupim e o Rio


O Museu "Escaroupim e o Rio" constrói um percurso expositivo que dá a conhecer a importância do Rio Tejo e dos seus afluentes, enquanto elemento de fixação humana e evidencia as atividades socioeconómicas que durante séculos foram exploradas e rentabilizadas pelas comunidades locais.


Desde a pré-história até aos nossos dias verifica-se uma ocupação humana contínua e intensa. Os vestígios arqueológicos abundam essencialmente junto das linhas de água, o que denota a influência do rio Tejo e dos seus afluentes na fixação humana e no desenvolvimento económico do território que hoje compreende o concelho de Salvaterra de Magos.


Com excelente posicionamento geográfico, clima ameno e fértil, esta zona foi sujeita a uma antropização que se foi acentuando com a passagem do tempo, desde o paleolítico até aos dias de hoje.


PROGRAMA

09h00 - Encontro dos participantes no Fonte Nova (Benfica)

09h30 - Partida para a Aldeia de Escaroupim

10h50 - Chegada à Aldeia do Escaroupim;

11h00 - Inicio do Passeio de Barco;

12h00 - Visita ao Museu "Escaroupim e o Rio" e à Casa Típica Avieira;

12h45 - Prova de 3 vinhos regionais (branco, tinto e licoroso);

13h00 - Saída em direção à Praia Doce para piquenique;

15h00 - Visita à Falcoaria Real de Salvaterra de Magos;

16h00 - Saída em direção aos locais de partida.

36 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page